Caderno Teológico

Blog do Missionário Andrew Comings

Arquivo para fevereiro, 2009

Justiça para Sean e David Goldman

Assista este vídeo, legendado em português:

Agora, talvez você pergunte, porquê esse vídeo num blog sobre teologia.  O que tem a ver?

A resposta é, tudo.

Primeiro, estamos vendo uma ilustração da depravação total do homem.  Vejm a frieza em que a mãe, por quaisquer motivos, tira o filho de seu próprio pai, e usa como isca para ter poder sobre o marido.  E vejam tambem a maldade do “padrasto”, o advogado João Paulo Lins e Silva, negando que o pai visite o filho dele, e manipulando o sistema de justíça.  Que ser humano é capaz de ignorar de uma forma tão fria as implorações desesperadas de um pai separado de seu filho?

Viu o Senhor que era grande a maldade do homem na terra, e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era má continuamente. Gen. 6:5

Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o poderá conhecer?Jer. 17:9

Em alguns blogs que falam do assunto, principalmente os nos EUA, tenho notado uma tendência de concluir que o que aconteceu foi porquê “são brasileiros”.  Errado.  Aconteceu porquê são pecadores.  Não vamos culpar uma cultura inteira por causa dos crimes de alguns.  Esses indivíduos são responsáveis diante de Deus pelas suas ações, fato que devia causa-los a perder bastante sono.

A Bíblia deixa bem clara o que Deus pensa desta situação:

O que justifica o ímpio, e o que condena o justo, são abomináveis ao Senhor, tanto um como o outro. Prov. 17:15

E outra vez…

Disse Jesus a seus discípulos: É impossível que não venham tropeços, mas ai daquele por quem vierem! Melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma pedra de moinho e fosse lançado ao mar, do que fazer tropeçar um destes pequeninos. Lucas 17:1-2

Agora, quando tenho falado desta situação para os brasileiros ao meu redor, eles ficam chocados, e querem saber porquê ainda não soberam deste caso.  A resposta é porque os jornais estão sendo ameaçados, e em vez de ter a coragem de falar a verdade, estão se calando.  Durante quatro anos a mídia brasileira vergonhosamente deixou de cumprir o seu papel para com a sociedade, e assim com o seu silêncio contribuiram ao sofrimento de David e Sean Goldman.

A palavra de Deus tem algo a dizer sobre isto tambem:

Se enfraqueces no dia da angústia, a tua força é pequena.  Livra os que estão sendo levados ã morte, detém os que vão tropeçando para a matança.  Se disseres: Eis que não o sabemos; porventura aquele que pesa os corações não o percebe? e aquele que guarda a tua vida não o sabe? e não retribuirá a cada um conforme a sua obra?  Prov. 24:10-12

David e Sean Goldsmith não estão sendo “levados à morte” (mesmo que parece que o pai tem recebido ameaças de morte), mas estão sendo injustiçados, e aqueles que têm o poder de falar ficam calados.

Deus é santo, justo, e soberano.  Ele não deixará esta injustíça impune.  Cabe a nós, os filhos de Deus, reajir conforme a Palavra de Deus nos fala.

Orar

Vamos orar pela conversão das pessoas involvidas, inclusive do “padrasto”.  Se o Espírito Santo começar a verdadeiramente operar na sua vida, ele fará a coisa certa, que é devolver o filho para o pai e fazer restituição pelos gastos financieros e emocionais durante os últimos quatro anos.

De qualquer forma, devemos orar pela restauração deste menino ao pai que tanto o ama.

Involver-se

Você pode deixar um recado de encorajamento no site da família, assim mostrando que existem brasileiros em solideriedade com eles.  Se você tiver um blog, você pode ajudar a fazer o que a imprensa brasileira não faz, isto é, informar o público desta injusiça.  E pode ser que tem alguem lendo esta reportágem que tenha connexões no sistema de justiça, que pode ser uma ajuda tangível neste caso.  Seja corajoso!  Não ignora a sua responsabilidade como filho do Deus altíssimo.

Onde Darwin Errou

Um colega meu, o Pr. Milton Pollard, acabou de produzir este excelente vídeo, que examine com um olhar crítico algumas das presuposições do Charles Darwin.

Pr. Milton é o diretor de Cinco Talentos Mídia, uma organização dedicada a produzir mídia que combate o evolucionaismo.

Tancredo Neves, Cazuza, e Uma Grade de Ovos

Há alguns dias um amigo meu que mora nos EUA me mandou um e-mail–desses que as pessoas mandam para todos na sua lista de endereços–e pediu minha opinião.  O tema do e-mail era que não deve desafiar a Deus, e se fosse desafiá-lo, pode esperar uma coisa terrível acontecer na sua vida.

Como três dos exemplos cidados eram brasileiros, meu amigo quis saber os meus pensamentos sobre o assunto.  Creio eu que a alta índice de exemplos brasileiros seja porque o e-mail foi Made in Brazil.  Vou citar embaixo os três exemplos, como eles aparecem num blog brasileiro que encontrei pelo Google.

Primeiro, o triste caso do Tancredo Neves:

Tancredo Neves, na ocasião da campanha presidencial, disse: Se eu tiver 500 votos do meu partido, (PDS), nem Deus me impedirá de ser o presidente da República. Os votos ele conseguiu, mas o trono lhe foi tirado um dia antes dele tomar posse.

Em seguida, vem o coitado do Cazuza:

Cazuza, um cantor famoso, num determinado momento do seu show no Canecão (Rio de Janeiro) deu um trago em um cigarro de maconha, soltou a fumaça para cima e disse: Deus, esta é para você. Nem precisamos comentar em qual situação morreu esse conhecido cantor.

E, para findar, a lenda urbana mais popular no meio evangêlico brasileiro:

Uma turma de amigos foi buscar a última pessoa que iria com eles para uma balada. A mãe da moça, vendo aquele carro lotado e os seus ocupantes em altivos estados de embriaguez, pegou na mão da filha, que já estava dentro do veículo e disse: Filha, vai com Deus e que Ele te proteja. A filha, pra tirar uma casquinha com a cara da mãe, debochou dizendo: Só se Ele for dentro do porta-malas porque aqui já está lotado. E lá se foram os jovens para a balada. Algumas horas depois, trouxeram a triste notícia aos familiares dos jovens: o carro em que eles estavam teria se envolvido num grave acidente e todos, infelizmente, faleceram. Nesse acidente algo inacreditável chamou a atenção de todos: o carro em que estavam os jovens, com a colisão, ficou irreconhecível, mas o seu porta-malas intacto. A polícia técnica, após fazer a perícia, concluiu: Pela violência do acidente, seria impossível o porta-malas ficar intacto e quando um dos bombeiros abriu o porta-malas ficou surpreso, pois lá estava uma bandeja com 18 ovos e nenhum deles quebrado ou trincado.

Alguns observações para começar.  Procurei na internet alguma referência–fora os blogues evangélicos–que confirma a citação do Tacredo Neves.  Nada encontrei.  Pode ser que existe, mas só se o Google ainda não deu conta.

No caso do Cazuza, foi necessário sim comentar a situação em que ele morreu–pois o e-mail em inglês que roda atualmente nos EUA diz que morreu de câncer de pulmão!

Quanto à historia dos ovos, já ouvi muitas versões.  Mais uma vez, nenhuma confirmação em fonte nenhuma a não ser a blogosfera evangélica.  E alem disto, algumas perguntas se levantam.  Como é que o carro era irreconhecível, mas com porta malas ainta intacto?  Geralmente dá para identificar quase tudo sobre um carro pela parte traseira–placa, marca, modelo, etc.  E como é que a mãe ia deixando a filha entrar num carro com um monte de bébados?  E o que é que eles iam fazer com os ovos?

Mas meu problem principal com esse e-mail é teológico.  Ele mostra como a mentalidade católica (se você vacilar, Deus vai te punir de uma forma terrível!) é vivo e ativo nos meios evangélicos.  A mensagem principal do e-mail parece ser a segunite: Está vendo o que Deus fez com essas pessoas que se acharam o tal?  Eles realmente receberam o que mereciam!”

Mas espeare aí.  E aquelas pessoas que só viviam desafiando a Deus, sem nenhuma consequência.  Penso em George Burns, ator norteamericano que fez o papel de “Deus” num filme que era pura blasfémia.  Ou Hugh Hefner, fundador do império Playboy, que hoje vive na sua velhice, gozando de plena saúde e rodeado por loiras pós-adolecentes.

Quando Jeremias reclamou para Deus “porque prospera o caminho dos ímpios” era justamente porque o caminho dos ímpios estava realmente prosperando.

Então, como explicar as “peças ruins” que não morrem de enfarte, AIDS, ou num acidente terrível de carro?  Porque não recebem o que merecem?

Ou, talvez seja melhor perguntar “porque eu não recebo o que eu mereço?” Pois certamente sou tão ruim quanto os exemplos acima.

Quando a gente observa a morte súbita de alguem e encara como castigo divio por algum pecado, devemos perguntar “Porque então continuo vivo?”

A única reposta possível é a Graça insondável e não-merecido de Deus.  Ele faz chuver nos justos e injustos (isso se chama graça comum), e espera com paçiênca o arrependimento daqueles que ele chama para a salvação.

Voltando para o e-mail, tambem temos que ter cuidado com as implicações quando afirmamos que tal evento era julgamento de Deus.  Por exemplo, um dos acontecimentos citados é o conhecido caso do Titanic:

O famoso navio Titanic, na ocasião em que foi construído, foi apontado como o maior navio de passageiros da época. No dia de entrar em alto-mar, uma repórter fez a seguinte pergunta para o seu construtor: O que o senhor tem a dizer para a imprensa quanto à segurança do seu navio?.O homem, com um modo arrogante e em tom irônico, disse: Nem Deus poderá afundar o meu navio. O resultado: foi o maior naufrágio de um navio de passageiros do mundo! Muitas pessoas perderam suas vidas.

Muitas pessoas, inclusive muitos que não tinham nada a ver com a declaração do capitão (ou será que foi um artigo numa revista…ou uma placa na construção).  Será que Deus achou necessário matar 1517 pessoas para “ensinar uma lição” ao capitão blasfémio?  Se afirmar que o disastre do Titanic foi o castigo de Deus sobre um homem, é exatamente isso que está dizendo.

Creio que as vezes projetamos as nossas reações em Deus.  Queremos que Deus aja de certa maneira porque é exatamente assim que nós iamos nos agir.  Mas os pensamentos de Deus são muito mais altos do que os nossos.

Quando encaramas essas supostas incoerências, uma pessoa “má” vivendo até 100 anos enquanto uma pessoa “boa” morre cedo de câncer, podemos descansar na soberania de Deus, agradecé-Lo pela Sua graça, e nos alegrar na Sua salvação.

E para a pessoa que está atualmente desafiando a Deus, você pode até viver uma vida longa e confortável aqui na terra.  Porem um dia vai ter que encarar a Deus.  Aí que você vai receber o fruto de sua rebelião.