Caderno Teológico

Blog do Missionário Andrew Comings

Arquivo para junho, 2009

O Caso Curioso de Miss California

Estamos vivendo em tempos muito interessantes, onde estou vendo coisas que jamais imaginei.

Nunca pensei, por exemplo, que veria a GM entrar em falência.  Tambem nunca imaginei que os EUA–exemplo mundial de capitalismo–viraria um país socialista.

E nunca, jamais pensei que uma “miss” se tornaria porta-voz do mundo evangélico.

Mas aconteceu.

Poucas semanas atrás fui para uma igreja onde costumo me congregar quando estou viajando.  Ao entrar no santuário, me entregaram o boletim da igreja, e tomei um susto quando, na capa, vi esta foto:

miss-california-carrie-prejan-13

Carrie Prejean

A história que acompanhava a foto eu conhecia.  Caso você não tenha ouvido, sumarizo aqui.

No concurso de beleza norte-americana Miss USA, a Carrie Prejean–então Miss California–estava prestes a ganhar.  Só restava a parte de perguntas e restpostas.  Um dos jurados, um sodomita assumidissimo com o apelido ridículo Perez Hilton, perguntou se ela achava certo o casamento entre gays.  Obviamente surpresa com a pergunta, ela hesitou, e depois disse que não, que não queria ofender a ninguem, mas que acreditava que o casamento é para ser entre homem e mulher.

Perez Hilton

Perez Hilton

Perdeu o concurso.

No próximo dia o Perez Hilton postou vídeo no seu blog, onde ele usou nomes feios para se referir à Srta. Prejean.  A Miss California fez várias entrevistas, onde ela afirmou em termos mais fortes sua crença no casamento tradicional.

E foi assim que o movimento evangélico se encontrou na situação inédita de defender uma moça que, pouco antes de sua afirmação no palco, estava desfilando seminua no “concurso de biquini” da Miss USA.

E a situação ficou mais constrangedora ainda quando surgiram fotos comprometedoras da Prejean, feitos antes da sua participação no concurso.  Mas, mesmo assim, ela tem sido elogiada, até comparada com a Rainha Ester.

Como lidar com essa situação?  Vamos tentar examinar com um filtro bíblico.

1. Devemos afirmar que, biblicamente falando, não existe casamento entre homosexuais.  A instituição de casamento é claramente declarada na Palavra de Deus como sendo entre homem e mulher.  Vejam Génesis 2:24 e Mateus 19:5. A final, Deus criou Adão e Eva, não Adão e Evo.

2. Quando vemos o ódio derramado em cima de Prejean pela sua crença, nosso instinto é de correr à sua defesa.  Isso tambem não é errado. A mulher é a auge da criação de Deus, e o homem tem o instinto e a responsabilidade de defendé-la.  Os Perez Hilton da vida não devem ser permitidos a abusar–nem verbalmente nem de outra maneira–a Carrie Perjean ou qualquer outra mulher.

3. Competições do tipo Miss USA contribuem para a banalização da mulher na sociedade. Em vez de prezar a beleza exterior como reflexo da beleza interior, estes concursos fazem que as mulhers se desfilem que nem gado no leilão, assim apelando aos instintos mais “animais” dos homens.  Não é de se supreender que existe uma forte participação de homosexuais nesses eventos–pois odeiam mulheres, e o concurso representa uma oportunidade de tratá-las como sub-humanas.

O fato de Carrie Prejean compartilhar a nossa opinião bíblica quanto ao casamento “sodomita” não muda o fato que ela participou–de livre e espontânea vontade–de um evento que distorce o padrão biblico de beleza e incentiva os homens a pecarem.

Admiro muito a Carrie Prejean pela sua coragem.  Mas se eu tivesse uma filha, não queria que seguisse ao seu exemplo de vida.

Anúncios